Envie por e-mail

Carregando... esperando que o príncipe encantado bata a sua porta e, quando ele finalmente chega, a vida a dois não se parece em nada com aquele conto de fadas. O que fazer? Viver se lamentando, mas não assumir a solidão novamente? Conformar-se e seguir em frente? Ou, virar a página e ir em busca de um outro príncipe? Na verdade, a alternativa correta não pode ser nenhuma das três opções! A vida a dois é muito mais do que a história da Cinderela, até porque, a história sempre acaba assim que o príncipe beija a princesa. O fato é que nenhum relacionamento é 100% bom e muito menos 100% ruim. O grande segredo da convivência é encontrar um ponto de equilíbrio. Quando aquela fase de início de namoro passa, ou melhor, a paixão chega ao fim, o sentimento que se inicia é o amor, algo que precisa ser cultivado, respeitado e, de quebra, que precisa de muita paciência para sobreviver. Dividir a sua rotina com alguém não é uma tarefa fácil. Você precisa ceder, ele precisa ceder, mas tudo sem exageros. Algumas mudanças são mais do que necessárias, porém, ambos devem ter cuidado para não exagerar na hora de abrir mão de seus hábitos. A maioria dos casais que obtêm sucesso, acaba conseguindo inserir o parceiro em sua vida e, na mesma proporção, participam da vida dos amados. Assim, além da vida de cada um, eles constroem uma vida em comum, em que conseguem ser amigos e amantes ao mesmo tempo. Quando isso não acontece, ou seja, quando um dos dois se sente prejudicado por estar abrindo mão de sua individualidade, é porque a relação não está saudável e deve ser repensada. Mas, fique atento: esperar uma vida repleta de felicidades, sem nenhum obstáculo ou mudança, é sonho, é irreal. O amor de verdade ultrapassa fronteiras e supera qualquer barreira, sempre com a certeza de que tudo vai dar certo!">
Vida a dois: um sonho que precisa ser real

Vida a dois: um sonho que precisa ser real

Você passa a vida sonhando com um amor, esperando que o príncipe encantado bata a sua porta e, quando ele finalmente chega, a vida a dois não se parece em nada com aquele conto de fadas. O que fazer? Viver se lamentando, mas não assumir a solidão novamente? Conformar-se e seguir em frente? Ou, virar a página e ir em busca de um outro príncipe?

Na verdade, a alternativa correta não pode ser nenhuma das três opções! A vida a dois é muito mais do que a história da Cinderela, até porque, a história sempre acaba assim que o príncipe beija a princesa. O fato é que nenhum relacionamento é 100% bom e muito menos 100% ruim. O grande segredo da convivência é encontrar um ponto de equilíbrio.

Quando aquela fase de início de namoro passa, ou melhor, a paixão chega ao fim, o sentimento que se inicia é o amor, algo que precisa ser cultivado, respeitado e, de quebra, que precisa de muita paciência para sobreviver. Dividir a sua rotina com alguém não é uma tarefa fácil. Você precisa ceder, ele precisa ceder, mas tudo sem exageros.

Algumas mudanças são mais do que necessárias, porém, ambos devem ter cuidado para não exagerar na hora de abrir mão de seus hábitos. A maioria dos casais que obtêm sucesso, acaba conseguindo inserir o parceiro em sua vida e, na mesma proporção, participam da vida dos amados. Assim, além da vida de cada um, eles constroem uma vida em comum, em que conseguem ser amigos e amantes ao mesmo tempo.

Quando isso não acontece, ou seja, quando um dos dois se sente prejudicado por estar abrindo mão de sua individualidade, é porque a relação não está saudável e deve ser repensada. Mas, fique atento: esperar uma vida repleta de felicidades, sem nenhum obstáculo ou mudança, é sonho, é irreal. O amor de verdade ultrapassa fronteiras e supera qualquer barreira, sempre com a certeza de que tudo vai dar certo!

Envie por e-mail

Carregando... esperando que o príncipe encantado bata a sua porta e, quando ele finalmente chega, a vida a dois não se parece em nada com aquele conto de fadas. O que fazer? Viver se lamentando, mas não assumir a solidão novamente? Conformar-se e seguir em frente? Ou, virar a página e ir em busca de um outro príncipe? Na verdade, a alternativa correta não pode ser nenhuma das três opções! A vida a dois é muito mais do que a história da Cinderela, até porque, a história sempre acaba assim que o príncipe beija a princesa. O fato é que nenhum relacionamento é 100% bom e muito menos 100% ruim. O grande segredo da convivência é encontrar um ponto de equilíbrio. Quando aquela fase de início de namoro passa, ou melhor, a paixão chega ao fim, o sentimento que se inicia é o amor, algo que precisa ser cultivado, respeitado e, de quebra, que precisa de muita paciência para sobreviver. Dividir a sua rotina com alguém não é uma tarefa fácil. Você precisa ceder, ele precisa ceder, mas tudo sem exageros. Algumas mudanças são mais do que necessárias, porém, ambos devem ter cuidado para não exagerar na hora de abrir mão de seus hábitos. A maioria dos casais que obtêm sucesso, acaba conseguindo inserir o parceiro em sua vida e, na mesma proporção, participam da vida dos amados. Assim, além da vida de cada um, eles constroem uma vida em comum, em que conseguem ser amigos e amantes ao mesmo tempo. Quando isso não acontece, ou seja, quando um dos dois se sente prejudicado por estar abrindo mão de sua individualidade, é porque a relação não está saudável e deve ser repensada. Mas, fique atento: esperar uma vida repleta de felicidades, sem nenhum obstáculo ou mudança, é sonho, é irreal. O amor de verdade ultrapassa fronteiras e supera qualquer barreira, sempre com a certeza de que tudo vai dar certo!">

Lembrete de Aniversário

Mande uma surpresa para todos os seus amigos que fazem aniversário em breve.

Conectar ao Facebook